Seja o primeiro a comentar esse post.

Gostou, não gostou... deixe seu comentário.

12 de mar de 2012

Fake, Deus é a Verdade




É inviável a um cristão, ser Fake. Ninguém pode servir a dois senhores (Mateus 6.24). Aquilo que você pensou que ia servir a você, no final, acaba dominando sua vida. 








A Wikipedia, define "Fake" ("falso" em inglês) como um termo usado para denominar contas ou perfis usados na Internet para ocultar a identidade real de um usuário. Fake é um termo usado em relação também aos jogos, por exemplo, quando são falsos e nada está contido lá dentro. Para isso, são usadas identidades de famosos, personagens de filmes, desenhos animados, animes e até mesmo de pessoas conhecidas do dono da conta. Como não se sabe a identidade real do usuário, é comum chamar o seu perfil de Fake.


Há milhares de fakes circulando na internet, alguns tão sutis que é quase impossível dar-se conta de que não sejam pessoas reaisSe seu filho estiver rindo sozinho na frente do computador, chorando ou conversando, o grande causador disso tudo pode ser o Fake. Fique alerta, se compartilharem computador, e tiver várias fotos de desconhecidos, pode ser tudo efeito do Fake.
A Bíblia é contrária ao Fake. Porque Deus não concorda com nada que seja falso, por Ele ser a verdade (João 14.6). Sempre haverá um caldeirão diante de nós, e nossa postura ao metermos nosso garfo vai revelar de quem somos filhos. É simples assim:“Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo: quem não pratica a justiça não é de Deus." (1 João 3.10). 
Nosso Deus soberano não é um vovô.extremamente carinhoso que prefere virar o rosto a ter de julgar o pecado!
Outro lado Fake, que torna inviável a um cristão, é o vício. " Faço parte desse mundo há 6 anos, e aconselho a quem quiser, entrar pra essa vida, mas cuidado, há perigos, um deles é o vício. Depois que você entra, não consegue sair." Afirma uma blogueira discorrendo sobre Fake. Vício é " 1 Defeito físico ou moral; deformidade, imperfeição. 2 Defeito que torna uma coisa ou um ato impróprios, inoperantes ou inaptos para o fim a que se destinam, ou para o efeito que devem produzir. 3 Falta, defeito, erro, imperfeição grave, viciação, viciamento. 4 Disposição ou tendência habitual para o mal. 5 Hábito de proceder mal; ação indecorosa que se pratica por hábito. 6 Costumeira. 7 Costume condenável ou censurável. 8 Degenerescência moral ou psíquica do indivíduo que, habitualmente, procede contra os bons costumes, tornando-se elemento pernicioso ao meio social, ou com este incompatível" (DICMAX Michaelis). Ora, bem se vê, por estes oito significados, que um crente não pode ter vícios, pois é filho de Deus, que anda segundo o Espírito (Romanos8.1), que caminha para a perfeição (Efésios 4.12,13), que não pratica o mal, mas o bem (II Coríntios13.7), que não se deixa dominar por coisa alguma (I Coríntios 6.12), que está liberto por Jesus Cristo (João 8.31-36).


Portanto é inviável a um cristão, ser Fake. Ninguém pode servir a dois senhores (Mateus 6.24). Aquilo que você pensou que ia servir a você, no final, acaba dominando sua vida. 




Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...